Você tem uma viagem internacional programada e descobriu que está grávida?

Ou está grávida e quer fazer o enxoval de seu bebê fora do Brasil?

Talvez uma viagem de trabalho que você tenha que fazer?

Não importa quais são os motivos que te levem a fazer essa viagem internacional, mas é muito importante que você, grávida, tome alguns cuidados antes de fazê-la.

Neste artigo, vou listar 12 dicas super importantes que irão ajudar você a se organizar e te mostrar  que dá muito certo grávidas fazerem viagem internacional sem ter qualquer problema.

Depois, é só aproveitar!

 

Antes das dicas, aqui vão algumas informações importantes para você que está grávida e quer fazer uma viagem internacional:

  • Entre o primeiro e segundo trimestres (até 27 semanas) você poderá viajar de avião sem ter nenhum tipo de restrição. A menos que você tenha alguma complicação como: sangramentos, diabetes, pressão alta, parto prematuro em outras gestações e seu obstetra, então, não te liberar.
  • No início da gravidez, aqueles enjôos tão comuns podem ser muito incômodos durante uma viagem de avião. Principalmente se esta viagem tiver uma duração muito longa. Se puder, espere passar essa fase delicada.
  • O mesmo cuidado você deverá ter se estiver no final da gestação. Nesta fase você está se sentindo mais cansada, o bebê está bem grandinho e, certamente, você já não acha uma posição confortável ao ficar sentada ( e na maioria das vezes, nem deitada!). Imagine dentro de um avião por muitas horas! Além disso, no final da gestação, uma viagem internacional só deve ser feita em último caso.
  • Algumas companhias aéreas não  permitem que grávidas após a 36ª semana viagem de avião. E em último caso, algumas permitem, mas somente acompanhada pelo médico obstetra.
  • A partir da  28ª semana, é indispensável que você tenha a permissão para viajar, por escrito, de seu obstetra. Para evitar transtornos na hora de embarcar. É sempre melhor prevenir do que remediar, não é mesmo?

 

Agora, vamos às dicas:

1ª Dica

Verificar as companhias aéreas para se certificar se há alguma orientação específica para seu caso.

Existem  restrições que podem variar de companhia para companhia. Entre no site da empresa que escolheu para voar. Lá você encontrará tudo o que precisa saber antes de viajar.

2ª Dica

Fazer um seguro viagem que cubra gestante e bebê.

Isso é importantíssimo! Neste quesito não pode haver economia!

Você deve se informar nos sites das empresas que trabalham com seguro e verificar se eles trabalham com seguro que cubra a gestante e o bebê.

O valor da cobertura deve ser o mais alto que seu orçamento puder. Porque qualquer intercorrência que houver fora do Brasil, os custos geralmente são altíssimos e se você contratar uma cobertura baixa, poderá ter que arcar com despesas inesperadas, apesar de ter contratado um seguro.

Vale a pena o investimento, porque você vai viajar tranquila, sabendo que se tiver alguma emergência, você e seu bebê terão o tratamento necessário, sem dores de cabeça.

Pesquise, leia as apólices com atenção, fique atenta a todos os detalhes e escolha por aquele que atender todas as suas necessidades.

3ª Dica

Use meias de compressão

Usar meias de compressão durante a viagem de avião é recomendado.

Principalmente se a duração dessa viagem for superior a 4 horas.

As meias de compressão leves evitam que os pés fiquem inchados, além de proporcionar descanso e a sensação de leveza nas pernas.

4ª Dica

Caminhar durante o vôo

Outra orientação importante pra você que está grávida e vai fazer uma viagem internacional,  é caminhar no corredor da aeronave a cada 2 horas.

Essa prática irá evitar que se formem trombos, já que a predisposição ao problema aumenta muito nesta fase.

5ª Dica

Não carregar peso demais

É indiscutível que a bagagem de nós mulheres, por vezes é muito exagerada e excessiva.

Se você está grávida e vai viajar de avião, procure segurar o impulso de carregar malas muito cheias!

Carregue uma bagagem leve de mão,com os pertences que irá precisar durante a viagem e despache todo o resto!

Lembrando que, certamente você irá fazer compras no destino que escolheu e, portanto terá mais malas quando retornar!

6ª Dica

Não faça as coisas com pressa!

Procure se organizar com bastante antecedência com relação a todos os detalhes da viagem.

Se quiser, pode fazer listas com as prioridades ou com tudo aquilo que precisa resolver antes de viajar.

No dia do embarque, chegue com bastante antecedência. Isso evitará muitos transtornos, porque se houver algum contratempo, você terá tempo suficiente para resolver.

Fazer tudo com calma e serenidade, além de evitar estresse trará muita tranquilidade e segurança para você.

7ª Dica

Utilize a fila preferencial

Parece um detalhe sem importância, mas saber que há filas preferenciais para grávidas é, muitas vezes, um alívio!

E quando a barriguinha ainda não está tão a mostra, estar em uma fila preferencial pode deixá-la constrangida. Não se intimide! Se achar que precisa, ou simplesmente quer valer o seu direito, use sempre a fila preferencial!  Aproveite! Você vai usá-la por um bom tempo, inclusive quando estiver com seu bebê!

8ª Dica

Não esqueça de sua farmácia

Dê uma atenção especial aos remédios recomendados por seu obstetra.

Não os esqueça e procure armazená-los adequadamente.

Você pode não encontrá-los no país que irá visitar.

9ª Dica

Leve o atestado médico

Outro item importante:

Sempre tenha em mãos o atestado de seu obstetra liberando você para viajar.

Na hora do embarque, a companhia aérea pode pedir.

Você poderá ter um transtorno muito grande se não estiver com esse documento.

Na dúvida, melhor tê-lo!

10ª Dica

Use roupas confortáveis

Fazer uma viagem internacional de avião para uma grávida, pode ser bastante exaustivo.

Procure usar com roupas confortáveis no dia do embarque. Pense que você levantará muitas vezes, seja para caminhar, seja pra ir ao banheiro ( e a grávida vai muito ao banheiro!) e se não estiver usando roupas práticas, essa movimentação será muito incômoda.

11ª Dica

Escolha sua poltrona com antecedência

Você poderá escolher a poltrona levando em conta a proximidade ao banheiro (como você já deve saber, a grávida vai muito ao banheiro!) ou as primeiras fileiras, que geralmente, possuem mais espaço. Ou ainda, avisar a companhia que você está grávida e pedir uma sugestão de melhor assento. Você terá grandes chances de ser paparicada durante o vôo!

12ª Dica

Pesquisar com antecedência a infraestrutura do país que irá visitar

É fundamental que você pesquise os hospitais que existem no país que vai visitar.

Dê preferência àqueles que fiquem próximos ao local onde ficará hospedada.

Outro detalhe importante é analisar o idioma predominante.

Escolha aqueles em  que o idioma falado é o que você mais domina.

 

E então? Gostou das dicas?

Está grávida e vai fazer uma viagem internacional?

Conte pra gente!

 

Postado Por Dione Sitibaldi

Deixe um Comentário